Express Publishing Grupo SM
Facebook
 
 

Professor

Inglês para crianças e pré-adolescentes
Young Learners English Tests (YLE)


Os Cambridge Young Learners English (YLE) são testes de Inglês especialmente elaborados para crianças e pré-adolescentes, que motivam e reconhecem o sucesso durante a aprendizagem deste idioma.

Os Níveis
Os testes YLE estão enquadrados nos níveis A1 e A2 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas e são compostos por três níveis:
Starters - Abaixo do Nível A1
Movers - Nível A1
Flyers - Nível A2

O mais avançado destes níveis – Flyers – equivale aproximadamente ao exame KET (Key English Test).
KET (Key English Test)

O KET é o exame que corresponde ao Nível A2 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas.
PET (Preliminary English Test)

O PET é o exame que corresponde ao Nível B1 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas.
FCE (First Certificate in English)

O FCE é o exame que corresponde ao Nível B2 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas.
CAE (Certificate in Advanced English)

O CAE é um exame avançado que avalia a competência de comunicação em Inglês no trabalho e nos estudos.

Corresponde ao Nível C1 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas.
CPE (Certificate of Proficiency in English)

O CPE é um exame que avalia a proficiência em Inglês destinado a todos os que já desenvolveram conhecimentos avançados e comunicam muito bem em praticamente todas as situações.

Corresponde ao Nível C2 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas.
International English Language Testing System (IELTS)

O IELTS destina-se a pessoas que precisam comprovar o seu nível de conhecimentos de Inglês para fins específicos. A pontuação do IELTS é reconhecida por universidades na Inglaterra, nos Estados Unidos da América, e em outros países, além de empresas, autoridades de imigração e outras instituições.
Business English Certificate (BEC)

Os exames BEC existem em três níveis: BEC Preliminary, BEC Vantage e BEC Higher. Destinam-se a candidatos a partir de 16 anos e que necessitam de bons conhecimentos de Inglês a fim de melhorar as suas perspetivas profissionais, no seu país de residência ou no estrangeiro. Os três níveis de BEC estão enquadrados no Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas do Conselho Europeu.
Business Language Testing Service (BULATS)

O BULATS é um sistema de avaliação multilíngue (Alemão, Espanhol, Francês e Inglês) para empresas. Os testes podem ser feitos em dois formatos: em papel ou em computador. O BULATS é desenvolvido em parceria com a Cambridge ESOL, a Alliance Française (França), o Goethe Institute (Alemanha) e a Universidade de Salamanca (Espanha).
International Legal English Certificate (ILEC)

O ILEC é o novo exame da Cambridge ESOL, destinado a advogados em exercício e também a estudantes de Direito que precisam comprovar o nível de Inglês suficiente para comunicar de modo eficaz com clientes e profissionais de outros países e também para trabalhar com textos em Inglês.

Espera-se que os candidatos aprovados no exame estejam aptos a utilizar o idioma em situações quotidianas, participar em reuniões e conversas sobre assuntos jurídicos, expressar claramente as suas opiniões, compreender e escrever diferentes tipos de textos como: cartas, propostas e memorandos sobre questões jurídicas.

O ILEC corresponde aos níveis B2 e C1 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (equivalentes, respetivamente, ao FCE e ao CAE.
International Certificate in Financial English (ICFE)

ICFE destina-se a profissionais especializados em finanças e contabilidade que já trabalham ou que venham a considerar um trabalho num ambiente que requer conhecimentos de Inglês. Foi elaborado e avaliado por Cambridge ESOL em conjunto com ACCA (Association of Chartered Certified Accountants), a maior associação de revisores oficiais de contas e contabilistas certificados do mundo.

Espera-se que os candidatos aprovados no exame possam utilizar o idioma em situações quotidianas, participar em reuniões e conversas sobre assuntos financeiros, expressar claramente as suas opiniões, compreender e escrever diferentes tipos de textos, como resultados financeiros, artigos em publicações especializadas, cartas, relatórios e propostas financeiras.

ICFE corresponde aos níveis B2 e C1 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas, o que significa que são equivalentes respetivamente ao FCE e ao CAE.
International General Certificate of Secondary Education (IGCSE)

IGCSE é um exame de qualificação para adolescentes entre os 14 e os 16 anos. É reconhecido por universidades e por empresas em todo o mundo e espera-se que os estudantes obtenham uma excelente preparação ao nível do inglês.
Test of English for International Communication (TOEIC)

É um dos exames mais utilizados para avaliar a capacidade de comunicação com Business English. É, ainda, um certificado aceite internacionalmente e valorizado em todo o mundo laboral.
Utilizador elementar
A1 É capaz de compreender e usar expressões familiares e quotidianas, assim como enunciados muito simples, que visam satisfazer necessidades concretas. Pode apresentar-se e apresentar outros e é capaz de fazer perguntas e dar respostas sobre aspetos pessoais como, por exemplo, o local onde vive, as pessoas que conhece e as coisas que tem. Pode comunicar de modo simples, se o interlocutor falar lenta e distintamente e se mostrar cooperante.
A2 É capaz de compreender frases isoladas e expressões frequentes relacionadas com áreas de prioridade imediata (p. ex.: informações pessoais e familiares simples, compras, meio circundante). É capaz de comunicar em tarefas simples e em rotinas que exigem apenas uma troca de informação simples e direta sobre assuntos que lhe são familiares e habituais. Pode descrever de modo simples a sua formação, o meio circundante e, ainda, referir assuntos relacionados com necessidades imediatas.
Utilizador Independente
B1 É capaz de compreender as questões principais, quando é usada uma linguagem clara e estandardizada e os assuntos lhe são familiares (temas abordados no trabalho, na escola e nos momentos de lazer, etc.). É capaz de lidar com a maioria das situações encontradas na região onde se fala a língua-alvo. É capaz de produzir um discurso simples e coerente sobre assuntos que lhe são familiares ou de interesse pessoal. Pode descrever experiências e eventos, sonhos, esperanças e ambições, bem como expor brevemente razões e justificações para uma opinião ou um projeto.
B2 É capaz de compreender as ideias principais em textos complexos sobre assuntos concretos e abstractos, incluindo discussões técnicas na sua área de especialidade. É capaz de comunicar com um certo grau de espontaneidade e de à-vontade com falantes nativos, sem que haja tensão de parte a parte. É capaz de exprimir-se de modo claro e pormenorizado sobre uma grande variedade de temas e explicar um ponto de vista sobre um tema da actualidade, expondo as vantagens e os inconvenientes de várias possibilidades.
Utilizador proficiente
C1 É capaz de compreender um vasto número de textos longos e exigentes, reconhecendo os seus significados implícitos. É capaz de se exprimir de forma fluente e espontânea sem precisar de procurar muito as palavras. É capaz de usar a língua de modo flexível e eficaz para fins sociais, académicos e profissionais. Pode exprimir-se sobre temas complexos, de forma clara e bem estruturada, manifestando o domínio de mecanismos de organização, de articulação e de coesão do discurso.
C2 É capaz de compreender, sem esforço, praticamente tudo o que ouve ou lê. É capaz de resumir as informações recolhidas em diversas fontes orais e escritas, reconstruindo argumentos e factos de um modo coerente. É capaz de se exprimir espontaneamente, de modo fluente e com exatidão, sendo capaz de distinguir finas variações de significado em situações complexas.
voltar